FILOSOFIA E PRINCÍPIOS AYURVEDA

Atualizado: 12 de jul. de 2021

Você sabia que o Universo e nós somos formados pelos mesmos elementos? Mas há ainda muito mais coisas em comum entre os dois. Abordaremos aqui nosso posicionamento perante a Vida e ao Universo.


No Ayurveda o ser humano é compreendido como uma entidade única em que não existe relações isoladas, a mente está conectada ao corpo e vice e versa, ou seja, nossos sentimentos, pensamentos e emoções manifestam e tem efeitos físicos, assim como as doenças físicas e o corpo afetam no campo mental e psicológico. O objetivo principal do Ayurveda é alcançar Moksha, o estado de iluminação, para isso é necessário superarmos nossas limitações no campo do corpo físico e mental e tornarmo-nos plenamente livre delas, somente assim atingimos o estado de consciência pura, onde reside a felicidade amor e compaixão.


Se não estivermos alinhados com esse propósito e não buscarmos alcançar esse estado de iluminação Moksha, ficamos presos às manifestações de sofrimento causadas pelo ego que vão se desencadear em uma corrente de Karma, que são basicamente ações e reações com causas e efeitos, através do qual, esse desalinhamento promoverá ainda mais sofrimentos nas vidas subsequentes do nosso processo evolutivo.


Shankya, uma das correntes clássicas da filosofia indiana Ayurveda, concebida e repassada aos seus discípulos pelo vidente Kapila, diz que o objetivo do Ayurveda é entender que o universo é a manifestação de Purusha (a inteligência suprema), a qual evolui e se manifesta na matéria, denominada Prakruti, de modo a experienciar todos os aspetos inerentes a si mesmo, ou seja, em suma, o universo permite proporcionar experiência à consciência universal.


O Ayurveda nos leva a compreender a vida e nos convida a regressar ao conhecimento do espírito (Purusha) expandindo nossa consciência e mostrando que não estamos limitados ao estado físico do nosso corpo, este é apenas um veículo para a expressão da consciência. Estamos em constante relação com os elementos do universo e vice-versa. Para o Ayurveda, se mantivermos uma relação com o universo de maneira harmoniosa, saudável e íntegra, podemos manter o estado de saúde em equilíbrio, do contrário, nos predispomos às doenças. Por isso, ao buscarmos um bem-estar devemos nos conectar com nossa verdadeira natureza e buscar o equilíbrio com o universo.


“Aceitar o fluxo natural da vida e entrar em contato com o ´eu´ é a melhor dádiva que podemos oferecer a nós próprios”. (VARA, 2019).


Tanto o Ayurveda quanto o Yoga enxergam a evolução cósmica a partir de um domínio não manifestado da existência até ao mundo material. Entretanto, para ambas, não há dissociação entre “mundo exterior” e “mundo interior” - Tudo o que existe no plano macrocosmo tem o seu equivalente no plano microcosmo do universo interior do ser humano. Uma maneira simples de vermos essa equidade é nos compararmos ao Universo, perante a ele somos tão pequenos quanto uma célula, por outro lado, se olharmos para nosso corpo ele também é universo formado por milhares de milhões de células.


Tanto o Universo quanto nosso corpo são compostos, em proporções diferentes, por cinco elementos, estes cinco elementos são conhecidos como pancha mahabhutas, são eles: Éter (Akash), Ar (Vayu), Fogo (Agni), Água (Jala) e Terra (Prithvi). Estes cinco elementos estão presentes em tudo o que existe: nosso corpo, alimentos, nas estações do ano, no meio ambiente, nas atividades que fazemos, nas nossas emoções, etc. A combinação destes elementos determina nosso tipo de mente/corpo, hábitos, personalidade e pré-disposição para problemas de saúde. Não devemos interpretá-los de forma literal, mas sim compreender e reconhecer a interação dos elementos que compõem a vida e o universo, bem como nossas experiências nos estados físicos, mentais e emocionais.


Para tentar compreender um pouco mais sobre a relação da sua existência neste plano, faça o seguinte exercício: procure um local tranquilo, feche os olhos, se concentre no momento presente e responda a si as seguintes perguntas:

  • Qual é o meu propósito na vida?

  • Como eu posso contribuir para este mundo?

  • Quais são meus valores e como posso aprimorá-los e colocá-los em prática?

  • O que me faz sentir bem e feliz?

  • Qual o próximo passo para meu desenvolvimento?


Namasté,


Essencials Ayurveda


#ayurveda #rituais


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo